Meu humor



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, IMPERATRIZ, Homem, de 20 a 25 anos, Esportes, Música, livros



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Charges
 Jornal O Progresso
 Representações
 Palmeiras
 Vinícius de Moraes
 Diogo Mainardi
 Escute Banda Antiquários pop/rock
 Blog do Josias
 Jan Ricardo
 Arnaldo Jabor ( Crônicas em Áudio)
 Blogs Legais UOL
 Isnande Barros




Blog do Phelippe Duarte
 


PESAR

É com grande pesar que informo a morte de Jurivê de Macedo,um dos nomes mais fortes do jornalismo no Maranhão.

Jurivê me elogiou uma vez,em sua coluna no caderno EXTRA de domingo,do Jornal O Progresso.

Uma pena,eu retribuir só depois de sua partida,com um texto que publicarei em breve.  

Aos 80 anos,de derrame cerebral.



Escrito por Phelippe Duarte às 04h56 PM
[] [envie esta mensagem
] []





A SELEÇÃO DOS COMUNS “PODE” NOS LEVAR AO HEXA?

 

A Copa de 2014 não merece ser no Brasil,como o Brasil,não merece Júlio Baptista,Josué Doni,Kléberson e Felipe Melo. É uma espinha dorsal que não me convence,jogadores que fazem com que a seleção brasileira,passe de um time favorito a um time que tem chance.Os outros jogadores,são o que de melhor temos hoje,em simpatia.Mas,você imaginaria Gilberto Silva se machucando num provável encontro com a Inglaterra,e de repente,o Josué entra para marcar o Frank Lampard,um dos maiores jogadores europeus e campeão inglês pelo Chelsea? Arrepio até o famoso “brizio” só de pensar. Dunga foi um jogador que teve como maior qualidade,a liderança e o temperamento forte.É de se lembrar,que ele nos emocionou como jogador em algumas oportunidades.O que não justifica o que ele quer justificar. Em três anos e meio,ele vem convocando jogadores que sempre choraram para vestir a camisa da seleção. Depois que o ciclo de alguns eternos jogadores passou,a CBF o viu como símbolo de raça e liderança,e deu a ele carta branca para renovar o time. Ele renovou. E na hora que precisava renovar os jogadores limitados que com ele estavam,ele fez o que lhe sempre foi de praxe: convocou aqueles que nos emocionaram ganhando a Copa América e as Confederações,mas em que nenhum momento,souberam que o resultado,é um misto de talento,ousadia e criatividade.Dunga fez a seleção mais temida do mundo,tornar-se comum. Fez com que Alemanha,Espanha,Argentina,Inglaterra e Holanda,seleções que chegam forte, batessem palmas e estancassem o suor,quando não viram o nome de Ronaldinho Gaúcho e Paulo Henrique Ganso na lista dos selecionáveis. Neymar pode esperar mais um pouco,ainda é ovo de codorna perto de um galinheiro. Mas Ganso não. E Gaúcho,muito menos. Era a sua redenção para a imortalidade.

Dunga afirma,que para jogar na seleção em uma Copa do Mundo,teria que testar Paulo Henrique.Mas me diga,anão zangado,quem o testou antes para ser técnico da seleção brasileira de futebol? Os seus anos na Itália,na Alemanha,no Japão como jogador? O seu tetra nos EUA,seu vice medíocre em 98? Ser técnico,só por ter sido um jogador melhorzinho que Felipe Melo? Acredito que a seleção estava em baixa.O povo queria uma resposta. A CBF contratou um símbolo de raça,para resgatar a amarelinha perante o país. E conseguiu.Como conseguiu,novos patrocínios,mais dinheiro,mais mordomia.

Dunga mostra-se também, incoerente dentro da sua coerência. Se Ronaldinho foi, nas Olimpíadas de 2008, gordo e preguiçoso,porque não ir à Copa,quando hoje joga 30% dos tempos de Barcelona,o que já é pra ser chamado de astro da bola, e consegue se salvar diante à incompetência do seu time,o Milan? Não há coerência que explique. E nem coerência que explique Kléberson e Grafite. Kléberson machucou a clavícula em um amistoso ano passado,pela seleção. Grafite jogou 25 minutos,no último amistoso. Então,Kléberson foi convocado por ter se doado de clavícula e alma e Grafite,foi,digamos,Tostão,em 25 minutos de bola? Não há como justificar estes nomes na Copa. Julio Baptista é o Kaká com as pernas engessadas.Quando ele entrar,vou correr pra um Rosário. E o goleiro Doni?Brigou com a Roma,seu clube, para jogar um amistoso. Foi liberado.Ao voltar,virou reserva dos reservas,mas não por ter desobedecido o clube,mas sim,porque ele realmente, vive um péssimo momento. Vai à Copa,por ter paixão pela seleção. E não por agarrar como Vítor,do Grêmio,grande goleiro do futebol brasileiro.

A lista nos deu uma surpresa dentro de uma mesmice. A mesmice ganha as Américas e as Confederações. Mas não o Mundo. Que eu esteja errado,totalmente errado e que estes jogadores que queimam na língua do povo,calem a nossa boca. Eu creio que terei a boca calada até as quartas de final da Copa,mas como todo brasileiro,tenho paixão pela seleção e me vejo chorando no dia 11 de julho de felicidade,e o Dunga xingando até a mãe dele. Que Deus e a Branca de Neve nos ajudem.

Se for apenas paixão,eu deveria ter sido convocado.

 

Phelippe Duarte



Escrito por Phelippe Duarte às 11h12 AM
[] [envie esta mensagem
] []





LISTA DA COPA!

CONFIRA A LISTA DOS 23 JOGADORES CONVOCADOS PELO TÉCNICO DUNGA PARA A COPA DO MUNDO
GOLEIROS:Julio César (Inter de Milão), Gomes (Tottenham), Doni (Roma)
LATERAIS:Maicon (Inter de Milão), Daniel Alves (Barcelona), Michel Bastos (Lyon), Gilberto (Cruzeiro)
ZAGUEIROS:Lúcio (Inter de Milão), Juan (Roma), Luisão (Benfica), Thiago Silva (Milan)
MEIO-CAMPISTAS:
Felipe Melo (Juventus), Gilberto Silva (Panathinaikos), Ramires (Benfica), Elano (Galatasaray), Kaká (Real Madrid), Josué (Wolfsburg), Julio Baptista (Roma), Kleberson (Flamengo)
ATACANTES:Robinho (Santos), Luis Fabiano (Sevilla), Nilmar (Villarreal), Grafite (Wolfsburg)

 

Eu errei alguns nomes e não me surpreendi com a ausência de Adriano. Esta seleção,se você prestar bem atenção,é um pouco a cara da seleção de 1994. Com um meio-campo burocrático,de toque de bola e sem nenhum nome em especial,apenas Kaká,que pode ser,o Raí daquela geração,mas,esperando que de Kaka,haja brilho,como não houve com Raí.

Na frente,a confiança nos gols de Luis Fabiano e alguma genialidade de Robinho,está na hora de amadurecer. É a vez dele. A nossa zaga,é a melhor do mundo atualmente,a começar pelo goleiro.

Estamos bem para o Hexa. Ganso e Neymar,que ensaiem dancinhas para 2014,pois ai sim,eles estarão lá! Se Deus quiser!

Rumo ao Hexa com todo amor e fé! Vamos Dunga,vamos Brasil!



Escrito por Phelippe Duarte às 03h05 PM
[] [envie esta mensagem
] []





Convocação!

É a primeira lista desde 1994 que não teremos,infelizmente,Ronaldo Fênomeno,por questões que só Ronaldo mesmo pode responder,fora da Copa. Também é aquele dia,em que sentimos falta de um Romário,um Rivaldo,um Taffarel... nome de gênios do futebol,que hoje se você olhar pra lista abaixo,de gênio,só o que vamos rezar pra achar e pedir três desejos pra essa lista: Ronaldinho Gaúcho,Ganso e Neymar.

Mas talvez,o gênio deste time não atenda a três pedidos,deixando Neymar de fora. Mas eu acho,que ele atenderá um,levando o Ganso. Mas,esta é a minha lista,dos caras que eu levaria:

Goleiros: Júlio César, Gomes e Marcos

Zagueiros: Juan, Lúcio, Luisão e Thiago Silva

Laterais: Maicon, Daniel Alves, Michel Bastos e Roberto Carlos

Volantes: Gilberto Silva, Felipe Melo e Josué  ( procurei alguém melhor que o Josué,mas esse nome tá tão fixado na minha mente,que não achei)

Meias: Kaká, Elano, Ramires, Ronaldinho Gaúcho e Paulo Henrique Ganso

Atacantes: Luís Fabiano, Robinho, Neymar e Adriano

 

Essa seria minha lista. Vamos ver,quantos acertei mais tarde.

Pra frente Brasil!



Escrito por Phelippe Duarte às 09h34 AM
[] [envie esta mensagem
] []





UMA HISTORINHA DE AMOR

 

Ele era um trabalhador,não tinha tempo para os estudos,assim como a maioria dos rapazes da sua idade que precisavam trabalhar para viver. Tinha saído de sua terrinha natal para tentar a vida em outra cidade,junto aos seus pais e irmãos. Os sonhos eram escorridos pelo suor do corpo e a realidade do que via,deixava-o fascinado em poder crescer na vida e ter a sua própria família.

Ela tinha sonhos. Estudava fora da cidade,pensava em prestar vestibular e ser doutora. Ao ápice dos seus vinte e poucos anos,levava a vida com paixão,alegria e seriedade quando precisasse. Aos quinze anos,o pai dela falecera,e como escudo de amor,apenas a mãe dela. Voltou para a sua cidade,interrompendo os estudos por questões não de desinteresse,mas com a vontade de mais na frente,terminá-los. Enquanto isso,arrumou um trabalho e passou a sentir-se adulta. Quando ele a viu a primeira vez,quis ficar com ela. Ela o esnobava,o achava chato e sem graça. Quando ela saia,ele ficava atrás,tentando puxar conversa ou qualquer coisa que chamasse a sua atenção. A aproximação foi inevitável,ele era incansável em sua batalha de conquista,assim como na vida de trabalho. Começaram a namorar quando ela tinha vinte e um anos e ele,vinte e sete. Namoraram pouco tempo, e no meio inverso das situações, casaram,mas antes de casarem... ela engravidou. E ao longo dos meses que se passaram,ela fez 22 anos. Uma menina ainda,saindo de casa,meio perdida sobre o que ainda queria  ao certo. Mas no dia vinte e oito de agosto de 1984,pela primeira vez,ela teve a certeza de que agora,saberia o que queria e o que precisaria fazer,pois concebia o seu primeiro filho. Ele sorria como na juventude,quando saíra de casa,atrás de novos caminhos.

Ela então,virou a minha mãe. Eles passaram por muitas dificuldades e muitas alegrias. Viviam bem e decidiram ter o segundo filho. A princípio,ela achava que era uma menina,e não quis fazer a ultra-som. Ele,encorajado pela certeza dela,comprou roupas,sapatinhos,decorações,tudo cor de rosa. Mas ao primeiro grito da criança,no dia 19 de dezembro de 1986, o sonho de ser uma menina,tinha um pintinho no meio das pernas. Nascia meu irmão,Caio Duarte Santos,com muita saúde e gritando bastante.

O tempo foi passando,os meninos crescendo.Já era hora de pensar em ter outro filho. A vida de mãe era de uma coragem imensa, o que me permite uma lembrança que logicamente,a mim foi contada,por eu ter a marca: certa vez,para vencer seus medos interiores, arrancou uma rã (talvez ela nem leia esse nome) do pára-brisa do carro,numa chuva forte,para conseguir continuar seu caminho,quando me socorria aos 7 meses de idade,ao queimar a perna com ferro de passar roupa. Ela sempre soube,que seria uma mãe corajosa e lutadora. Em 1990,no dia 19 de março,nasceu Pedro Duarte Santos.

Ele escolheu o nome,na ansiedade dela,que temeu por um nome pior,quando ele disse que daria o nome do seu avô. Quando ele falou Pedro,ela amou,assim como amou o terceiro filho que chegara. Ele mandou fazer várias camisetas escritas Pedro 90,em homenagem ao seu caçula.

Hoje,20 anos depois do nascimento de Pedro, ela,minha mãe,apesar da partida dele,meu pai, no ano passado,continua sendo uma mãe corajosa e lutadora,assim como sempre foi e tenho certeza,de que sempre será. A você mãe, Alda Olívia Moreira Duarte Santos,todo o meu amor,e na dificuldade da minha escrita,que agora chora de emoção,eu continuo com você e meus irmãos a seguir em frente,pois você merece que nós,sejamos o que ele sempre foi pra você: Homens de verdade,com os sonhos escorrendo pelo suor. Parabéns pelo seu dia que é todo dia.Eu nasci te amando e viverei te amando.

 

Phelippe Duarte



Escrito por Phelippe Duarte às 09h30 AM
[] [envie esta mensagem
] []





MERECE UMA VAGA À COPA? SÓ OLHE OS JOGOS DESTA TEMPORADA DE RONALDINHO NO MILAN.

 

http://www.youtube.com/watch?v=B8g0g_DRECo&feature=related



Escrito por Phelippe Duarte às 05h39 PM
[] [envie esta mensagem
] []





MAIS UM BRASILEIRO NA COPA

Gilberto Gil vai estar no show de abertura da Copa do Mundo de 2010, em Joanesburgo, na África do Sul. O espetáculo deve ter mais de três horas de duração e vai ocorrer no Orlando Stadium, em Soweto, com capacidade para mais de 30 mil expectadores. Toda a renda adquirida vai ser revertida para a “20 Centre for 2010″, que busca trazer melhorias para a África através do futebol.

O show vai acontecer no dia 10 de junho, véspera da abertura da Copa do Mundo com o jogo entre África do Sul e México, no estádio Soccer City. Além de Gilberto Gil, o show vai ter muitas estrelas da música internacional: a colombiana Shakira, o grupo norte-americano Black Eyed Peas, John Legend e a cantora Alicia Keys, que está praticamente certa, estão na lista.



Escrito por Phelippe Duarte às 02h57 PM
[] [envie esta mensagem
] []





Ela

 

Ela foi

O sonho que sonhei

E a realidade que evitei

As lembranças tão estranhas

Um sentimento vago de eternidade

 

Ela foi

Todo o lado bom que me restou

E toda a saudade que não ficou

O beijo que meus lábios não esqueceram

A paixão que me enlouqueceu

 

 

Ela foi

O sorriso mais triste

A hipocrisia mais verdadeira

Partida sem ida

Uma vida sem vida

 

Ela foi

Maior do que meu querer

Bem mais do que eu imaginei

Ela foi tudo que eu quis

Quando sonhei

Em não tê-la mais

 

Ela me deixou a paz

Mas não em paz

Pois meu coração tem o formato dela

Rasuras de um peito que chora

Dias iguais são tão diferentes

 

 

Ela foi

Alguém que mudou meu mundo

Um caso profundo

Que o acaso levou

Mas foi bem melhor este fim

Já estava na hora de cuidar de mim.

 

Phelippe Duarte

 



Escrito por Phelippe Duarte às 02h50 PM
[] [envie esta mensagem
] []





Flamengo e Corinthians

Não há como não falar deste assunto. Depois da classificação do Flamengo,Ronaldo se queixou de críticas ao seu respeito e em especial,a suposta falta de comprometimento,que pelo seu peso,parece ser mais do que uma suposição. Mas Ronaldo é um ídolo brasileiro e mundial.Um dos maiores jogadores que o mundo já viu. Mas o que acontece,é que ainda está em atividade. E se,ainda está em atividade,é sujeito a críticas,e o que fez como jogador,ainda é passado. Quando Ronaldo parar de jogar,ai sim,será visto pelo que fez no auge e as lutas para dar a volta por cima,o que de longe,já o faria um dos melhores.

Nesta entrevista abaixo,Ronaldo reclama e se emociona,ao falar de si e de seu comprometimento. Clique e veja no link.

http://espnbrasil.terra.com.br/corinthians/noticia/119516_VIDEO+RONALDO+SE+EMOCIONA+EM+ENTREVISTA+E+PEDE+MAIS+RESPEITO+DOS+BRASILEIROS+COM+SEUS+IDOLOS#video



Escrito por Phelippe Duarte às 02h47 PM
[] [envie esta mensagem
] []





INTERROGAÇÃO

 

O momento é estranho. As pessoas esquecem do amor. Elas procuram conforto na dor,na partida,na solução mais imprópria.O susto é inevitável,queremos fazer algo,mas o tremor das mãos não deixa-nos pensar. O egoísmo de quem se vai,não pensa no amor de quem está por perto.

O peso de uma partida,confunde-se com a saudade intensa. Existem pessoas que esperam mais da vida,mais dos dias,mais de si mesmas.E quando vêem que não há saída,buscam métodos mortais,sem saber,que do seu lado,está o amor que sempre procurou a vida inteira,e lá nos céus,o amor que o fez. E não se sabe na partida,qual será o verdadeiro amor que encontrará.

Não existem normas para certas situações. Nem palavras certas que possam acalentar momentos incertos. Há amigos desconhecidos ao semblante abatido,da pessoa que quer partir. Desconhecidos,pelo fato de que seus olhos já não enxergam mais um palmo,a não ser o que procura. E vira saudade então,aquele momento em que não abraçamos quando tivemos que abraçar,não beijamos quando tivemos que beijar,não escutamos quando tivemos que escutar. Vira tristeza,os momentos que viramos as costas,ignoramos o olhar pedindo ajuda,as vestes pedindo costuras,os sonhos pedindo apenas um travesseiro para terminar de sonhar.

É tão íntimo e não um privilégio,saber usar a ocasião do abandono,para tentar tirar-se do mundo que vive. Privilégio,seria se um pedido de ajuda,fosse um simples bom dia,boa tarde ou boa noite. Mas quem sabe,não foi pedido? E não ouvido? É difícil analisar uma mordaça que fala. É o mesmo que um cego te pedir atenção,quando você atravessar uma rua. Não há o que entender,numa situação tão íntima e tão desesperadora. Um coração vazio é um poço sem fundo,cheio de lodo,mágoas que grudam e não despregam do peito abatido.

É um assunto,que não agrada. Assassinar ainda é em nossa visão sentimental,mais comum do que tirar a própria vida. Uma lembrança que machuca,que castiga a beleza de se ter uma lembrança boa. Às vezes o que pensamos ser,nunca realmente é o que parece. A felicidade pode ser uma atrocidade,esperando a hora de ir. A calma,pode ser a conformação de uma alma,já em despedida da vida. O sorriso leve e as brigas infantis caladas,deveriam ser o silêncio como premissa,à espreita do fim.

Acredito que em algum lugar bem distante,as pessoas que se vão com o consentimento próprio,acabam encontrando a paz que nunca viram aqui na Terra. Vão embora,numa caminhada onde a luz ainda demorará para aparecer,mas será um novo horizonte de amor,para acalentar a insatisfação que foi viver. Não tenho certeza, nem soberba suficiente para alimentar este tipo de ideia. Só em meu olhar caído,na lembrança de ter deixado a vida levar alguém que tanto eu amava,penso em dar valor a quem ficou,na reinvenção de uma nova estrada. O suicídio é uma arma egoísta. E deve ser mantida longe de nós. O poeta imperatrizense Leonildo Alves,escreve perfeitamente em seu livro Contato Inicial,sobre a vida e a morte:

 

“ ...E assim,na minha decisão de vida

Procuraria as melhores opções de viver:

Viveria na calma,de forma descontraída

Sem me lembrar dessa porra de morrer.

Portanto,deixo o meu protesto aqui

Pra quem quiser saber e questionar,

Ta errado,ta errado essa forma de existir:

Deveríamos viver eternamente,para mais amar.”

 

 

A poesia,é uma arma do amor contra tudo. E deve ser mantida,perto de nós.

 

Phelippe Duarte



Escrito por Phelippe Duarte às 05h33 PM
[] [envie esta mensagem
] []





O que você tem feito pela paz?

 

O que você faz pela paz?

A não ser chorar por quem se vai

O que você faz pela paz?

A não ser sorrir por não ser você caído no chão

 

O que você tem feito

Pelas mágoas do passado?

O que você tem dito

Pelo peito amordaçado de dor?

Quem você defende?

Aonde você grita?

O que é o amor pra você?

A não ser um coração partido?

 

 

O que você faz pela paz?

Nada demais,não é o que quero saber

O que você faz,a não ser viver?

Ajude as pessoas que precisam

Lute por quem não tem armadura

Abrace qualquer causa dura

E seja fiel mesmo a vida sendo infiel.

 

 

O que a vida tem feito por você?

Não julgue seus erros sem saber

Que foi você quem os provocou

Se a vítima caída Deus quis levar

É porque os planos dos céus são diferentes

Mas não há desculpa para não regar

As sementes que ficaram no lugar...

De quem se foi.

 

O que você tem feito pela paz?

Guerras e tiros não te satisfaz?

A violência fascina os imbecis

E os civis se escondem dos dias

Com medo de chorar por quem amam

 

O que vamos fazer pela paz?

Junte-se a mim,sofra por alguém

Um dia a vida lhe dará surpresas

E pode ser você a cair também...

 

Phelippe Duarte



Escrito por Phelippe Duarte às 04h48 PM
[] [envie esta mensagem
] []





O segurança Jeferson Lucena faleceu,pelo tiro dado contra ele. Os assassinos estão soltos,aguardando em liberdade uma justiça que não se vê. É uma pena. Os esforços da comunidade e da imprensa imperatrizense estão de parabéns.A impunidade mostrou-se infelizmente,melhor do que nós.Elaborei o vídeo em parceria com o editor Ivanildo Tavares,para o show beneficente.Fizemos com a esperança de que ainda,Jeferson sobreviveria e viveria os benefícios da nossa ajuda.

Mas não foi em vão. Tenho certeza disso. E sei,que a vida destes caras que mataram Jeferson,terão o mesmo fim horrendo. Que Deus te leve em paz cara e cuide da sua família.

A gente vai tentar ser teu segurança agora,contra a impunidade que não ouviu o tiro.



Escrito por Phelippe Duarte às 11h52 AM
[] [envie esta mensagem
] []





DILMIKE. PRONTA PARA ENTRAR NO RINGUE.

 

“Diluns” tempos pra cá,tudo que fazemos é agredir os políticos,que tem como princípios básicos, nocautear-nos com suas falácias podres.Mas,violentos que somos,baixamos a guarda,e socados na região da cintura para baixo,choramos sem derramar uma lágrima. É “Dilmais”. E em homenagem a nossa boxeadora que nunca exerceu um cargo público e foi ativa em quadrilhas e manifestações rebeldes nos anos 70,circulam por ai várias frases em camisetas para a luta principal deste ano,as eleições para a Presidência da República. Diolho nas estampas:

 

“Eles querem Dilmanchar a democracia.”

“O Brasil está cansado Dimalfé”.

“Mensalão,vá embora Dilmavez”.

 “Tão traindo Minas Dilmais da conta”.

“Corruptos Dilmafiga”.

“Chega Dilmaldade com o povo”.

“Agora o mensalão não vem de cueca,vem Dilmaleta”.

“Contra o Dilmatamento da Amazônia”.

“É hora de Dilmascarar o PAC”.

“Com o PT,o Brasil vai Dilmal a pior”.

 

 

As camisetas já estão impressas e as vendas na loja do partido da candidata ou em qualquer esquina perto da delegacia de polícia. E se você estiver em dúvida sobre qual usar,a camisa 10,a mais linda,vestida pelo craque da lambança,gênio da distribuição de pacotes as bancadas,consultor de empresas ( desvio de capital) e mestre na arte do nocaute mensaleiro no povo, nosso grande Zé. José. Ou Dirceu. A camisa é sensacional e tem recordes de venda. Vem escrito nela:

 

“ Dilmas com quem andas,e te Dirceu quem és”.

 

Olha,fui atingido por um jab no queixo. Fui à lona, e na contagem do juiz,preferi ficar deitado,no chão,humilhado,como todo brasileiro que se dispõe a aceitar um continuísmo fadado à corrupção ativa,passiva,reflexiva e o escambau. Dilma é uma mulher que,pelo que Lula diz,quer subir ao palanque a partir do dia 1° de maio,dia do trabalhador. Um feriado,dia ocioso,como todo político gosta.E dia do trabalho,como o partido dela se diz ser. Compre as camisetas,vá as ruas,grite e lute pelo seu país. Deixe eles subirem no palanque. Vá ao ringue. Sem tomates. Sem ovos. Pinte a cara e use seu voto como luva.Sentados na primeira fila,está o sufrágio,aguardando o final,na expectativa de ser um coadjuvante ou quem sabe,a estrela principal de uma festa que tem dia,dono e data marcados.

Um soco de direita e esquerda. Dilmike cai. Começa a contagem. Brasil campeão. E na camisa da vitória,escrita com lágrimas e sangue:

 

“ Dilmachucou-se feio. Nocaute no primeiro turno”.

 

 

Phelippe Duarte



Escrito por Phelippe Duarte às 09h22 AM
[] [envie esta mensagem
] []





SUICÍDIO

O filho mais velho de Leonildo Alves empresário e poeta de Imperatriz, suicidou-se pela manhã. Os motivos ainda não são conhecidos mas a tristeza toma conta da família pelo episódio inesperado. Artur era um cara gente fina. Que Deus tenha piedade de sua alma e dê o caminho que ele não achou aqui na Terra,para algum lugar que ele necessite.

Reproduzo uma crônica sobre suicídio,publicada ano passado:

 

CORAGEM DENTRO DA FALTA DE CORAGEM

 

O que significa realmente o fim da vida? O fim da vida,mesmo estando vivo? Existem pessoas que morrem mesmo vivas. E o maior temor não é a fraqueza,mas sim a coragem de terminar consigo mesmo.

Em tese,somos carregados por nossas almas. Elas nos vestem e vagamos como grãos de areia,na multidão do deserto. Se ocasionarmos o nascer da água,isto dependerá das atitudes,da predisposição que temos a escolher em que porta devemos entrar e qual regador servirá para molharmos e fazer florir o deserto que às vezes nos encontramos. As situações que nos deparamos,sejam em forma de problemas ou felicitas,esperam sempre o que podemos fazer diante a tormenta. Quem tem força extra,quem tem base no coração,consegue resolver sem precisar perder-se. Quem é fraco,tem a coragem de ter coragem,para despir a alma, e deixá-la livre,em busca da paz que não teve aqui na Terra. Esta coragem infeliz,nos levou grandes seres humanos. Getúlio Vargas, que saiu da vida para entrar na história,sem ter percebido,que não precisava ter tirado a vida,pois antes,já tinha feito a própria história e contribuído com a mesma. Hitler nos fez um favor. E para não citar outros,fica a vaga impressão que a saída final para alguns é a resposta para o fim de um tormento. O fim que gera outro fim.

Pendurado em uma sabedoria infeliz que lhe julga ser suficiente,o corajoso tem nos dedos dos pés,a vontade de pular para o precipício imaginário que vê. Mas o que o empurra,são problemas que nem todos conhecemos.Nem mesmos,os mais próximos. Que próximos,deveriam estar ali,para evitar a coragem covarde em relação à vida. É de se espantar e chocar,mais do que um assassinato banal, alguém trancar-se e tirar o próprio sopro do coração. É de derramar lágrimas,não pela perda,mas pela atitude desnecessária.Mas desnecessária para quem? Para nós? Para quem foi,deveria ser útil buscar calma e paz em outro lugar.

Vicent Van Gogh, um dos maiores pintores da história,levou-se à eternidade com um tiro no peito,após pronunciar a última frase: “ A tristeza durará para sempre”. Esta frase revitaliza uma verdade que poderia ser improcedente,mas de todo mal,surge como realidade. Significa a frase de todos os corajosos que aderem à causa do fim que gera o fim. A tristeza continuará para sempre,porque não houve a procura da felicidade. E sem felicidade,sem o amor,sem a fé, a coragem nefasta para o fim reina. O amor salva, liberta.Sem o amor de quem queremos, nos sentimos sozinhos. Porém,o que não é considerável como motivo,pois somos amados sim,na plenitude de quem realmente merece nosso amor. Neste merecimento,é onde mora a surpresa,dentro do porque da incompreensão.Da revolta emocional,da loucura, da sofreguidão. Meu coração absorve em repúdio,minha alma se esconde. A razão não explica a obviedade. E neste instante de tremor entre a vida e o limiar de desistir da mesma, o que há de pensamento na mente vazia? O que se passa na cabeça da pessoa? Será que nunca por ali,em questões de segundos,lá no fundo da mente,não veio a formação da frase: “ Será que preciso fazer isso?” Talvez,venha. Mas venha tarde demais,sem perceber que foi tarde demais.

É dolorido e a situação é uma eterna indagação. Uma pessoa com uma personalidade forte,mas fraca,aos sentimentos mais simples da vida,pode ir embora sendo mandada por si. Uma pena. Desta forma,Van Gogh acertou. A tristeza durará para sempre,para nós,chocados pelo adeus amordaçado,e para quem foi,no silêncio de seu sofrimento.

 

Phelippe Duarte

 



Escrito por Phelippe Duarte às 11h32 AM
[] [envie esta mensagem
] []







Escrito por Phelippe Duarte às 11h50 AM
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]